#COVID19PTA TESTAGEM

Súmula de testes.

Introdução

A CDC emitiu um alerta onde admite que os testes PCR não distinguem entre a COVID-19 e a Influenza (gripe)? A resposta simples é não, como podem ver na imagem e que podes consultar neste link: Lab Alert: Changes to CDC RT-PCR for SARS-CoV-2 Testing.

Imagem

EXPLICAÇÃO

O que a CDC diz é que sugere que os laboratórios devem começar a usar testes que consigam detectar ao mesmo tempo quer o vírus SARS-CoV-2 quer o vírus Influenza. E a palavra chave aqui é “ao mesmo tempo”.

Os testes de RT-PCR para COVID-19 detetam APENAS o vírus SARS-CoV-2. Como? Vamos tentar explicar: 

  • Um teste RT-PCR é um teste que pesquisa material genético pré-definido. Isto é, o teste RT-PCR pode ser usado para pesquisar qualquer vírus, qualquer bactéria, qualquer material genético, etc. Em teoria, qualquer organismo que tenha um gene específico pode ser pesquisado por RT-PCR. O resultado dependerá só de qual é o gene alvo e se esse gene alvo está na amostra ou não.
  • Quando fazes um RT-PCR para COVID19, esse teste vai comparar o material genético da amostra com exemplos conhecidos de material genético COVID. 
  • No caso do SARS-CoV-2, os alvos são partes dos genes que codificam para a nucleoproteína (N), o invólucro (E), a espícula (S), ou para a ORF-1. Estes genes-alvo foram escolhidos e sequenciados para que sejam semelhantes entre diferentes variantes e geralmente procura-se sempre mais do que um para considerar um resultado positivo.
  • Os testes RT-PCR para detetar o influenza, por sua vez, habitualmente pesquisam por material genético específico de Influenza e têm normalmente como alvo os partes dos genes M (matriz proteica), gene NP (Proteína não-estrutural de Influenza) e partes dos genes associados aos subtipos de Hemaglutininas (H) ou Neuraminidases (A). São estes diferentes testes e diferentes alvos que nos permitem distinguir os Influenza A dos Influenza B e determinar os subtipos de gripe. Lembras-te do H1N1, H5N1, etc? É com a pesquisa de genes associados às das Hemaglutininas e às Neuraminidases específicas dos vírus Influenza que os podemos catalogar.

Parecem ser genes diferentes, não é?… São mesmo! Não é possível um teste COVID ter um resultado positivo na presença de vírus da gripe nem um teste RT-PCR para gripe dar positivo só na presença de COVID19: são vírus completamente diferentes e genes completamente diferentes. Apenas o fundamento bioquímico do teste é semelhante. 

Os sintomas de Gripe e de COVID são semelhantes, sim. Mas… Se parece um pato, anda como um pato, faz quack como um pato, voa como um pato e *aparece no RT-PCR como um pato*… se calhar é um pato. Quack.

Os novos testes propostos pelo CDC pesquisam 3 tipos de vírus (Influenza A, Influenza B e SARS-COV-2) ao mesmo tempo. Porquê? Porque sabemos há muito que os sintomas são semelhantes e, com o levantar de restrições, vamos ter vários vírus a circular ao mesmo tempo. Vai ser cada vez mais importante distinguir a prevalência dos diferentes vírus. 

MONITORIZAÇÃO

A monitorização de subtipos e prevalência das estirpes de Influenza (Gripe) em circulação não é nova e é coordenada há muitos anos pelo INSA. http://www.insa.min-saude.pt/instituto-ricardo-jorge-reativa-programa-nacional-de-vigilancia-da-gripe-epoca-2020-21/.

NEM TUDO É GRIPE OU COVID

Por fim, é importante lembrar que nem tudo o que não é COVID-19 é gripe. Além do SARS-CoV-2 e da gripe, existem muitos outros vírus e bactérias de várias famílias diferentes que ainda circulam e que nos podem causar sintomas mais ou menos parecidos com a COVID ou a gripe! Exemplos no caminho? Guardamo-los todos, um dia vamos  fazer um castelo numa placa de petri. O Vírus sincicial respiratório, a mononucleose (causada pelo vírus Epstein-Barr) ou outras infecções bacterianas podem incluir alguns sintomas comuns à gripe ou ao COVID19. 

Quanto aos tweets que por aí andam, que afirmam que a CDC anunciou que eram necessários novos testes para distinguir entre a gripe e a COVID-19, esses tweets são falsos. 

O que é dito pela CDC, é que testar para os 3 vírus ao mesmo tempo (SARS-CoV-2/Influenza A/Influenza B) é vantajoso porque podes fazer o diagnóstico diferencial e acompanhamento das diferentes doenças imediatamente.

CDC has developed two laboratory tests that identify SARS-CoV-2, the virus that causes COVID-19. The newer of these tests also tests for influenza A and B viruses. Testing for all three viruses at the same time will provide public health officials with information they need to help reduce the spread of these viruses in the community while conserving resources that are in short supply.” Fonte: https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/lab/testing.html.

Por tudo isto é falso que os testes PCR *para a COVID-19* detectem também o vírus da gripe por engano, e que seja devido a isso que não existiram muitos casos de gripe no Inverno passado. O teste PCR *de COVID19* só detecta SARS-COV-2 e o teste PCR *de gripe* só deteta Influenza.

GRIPE

A redução de casos de gripe deveu-se ao uso de máscara, ao distanciamento social, ao confinamento, e também a medidas individuais de higiene sanitária que estiveram mais presentes nas nossas vidas, como podes verificar aqui: https://www.scientificamerican.com/article/flu-has-disappeared-worldwide-during-the-covid-pandemic1/.

Spread the love