FAKE NEWS

A VOST PORTUGAL, enquanto associação de voluntários digitais, tem online o seu principal terreno de atuação.
Na monitorização diária das redes sociais depara- se frequentemente com :
– informações erradas: informações falsas, criadas e/ou divulgadas de forma não intencional.
– desinformação: informação falsa, criada deliberadamente e com um objetivo definido.
– pedidos de validação de informação, submetida pelos nossos seguidores nas redes sociais

Qualquer situação pode despoletar uma avalanche de informação falsa, por exemplo:
– Uma qualquer entidade responsável por uma determinada comunicação, não a faz de forma clara, e abre espaço para o nascimento de boatos e rumores.
– uma notícia com um título sugestivo, mas que no corpo da mesma, nada se encontra de informativo.
– um comentário falso, numa caixa de comentários de uma notícia verdadeira.
– Um Meme

Aceso o rastilho,

a propagação é rápida e de difícil controle.

O olhar atento às redes sociais, permitiu, ao longo do tempo, identificar e expor várias situações. Entre elas:
– vários asteróides que passariam muito “próximo” da terra, mas que na realidade esse “próximo” era bastante distante.
– Algumas receitas caseiras , tanto de prevenção como de cura, para a Covid-19, e alimentos com respectivo valor de pH , numa escala nunca vista para alimentos.
– Um fenómeno meteorológico adverso que nos iria trazer temperaturas altíssimas durante vários dias seguidos, que nunca aconteceu.
– Relatos no WhatsApp de óbitos por COVID-19 ocultados da população
– um MEME com logotipos de entidades oficiais, facilmente identificado por uns mas levado a sério por muitos outros.
– estórias de megafones, policias e supermercados contadas pelo amigo, o pai da namorada a médica e a prima.
um plano de desconfinamento falso posto a circular no WhatsApp

Os boatos ou desinformaçāo deliberada (podem até ser verdades, manipuladas e deturpadas) misturam-se e fundem- se com informação verdadeira.Criam ruído e dificultam a identificação do que é a verdade , do que é a mentira, do que é inócuo e do que pode ser perigoso.

O papel da VOST, no combate à informação falsa e desinformação tem sido (e continuará a ser ) ,sempre no sentido da proteção das pessoas:

– detectar, identificar e expor informação errada ou desinformaçāo.
– alertar, para situações potencialmente perigosas,
– validar informaçao ,com as entidades responsáveis, através dos canais abertos existentes, para reposição da verdade dos factos
– fornecer , de forma clara, informação isenta e credível, promovendo a extinção de rumores.
– trabalhar no sentido de diminuir a iliteracia digital, sensibilizando para, entre outras coisas, a importância de preferir informação validada e oficial, em detrimento da informação obtida no site inventeiagoraporquedajeito.com.br , com canal no YouTube.

Para indexação do combate à desinformação foram criadas algumas hashtags: umas específicas como
#StopRumores, ou #Conspiralixo, outras mais gerais ou pedagógicas como #EstánahoraDe

Importa referir que as notícias falsas online, não se mantêm online.
Um pouco de todo o mundo, chegam relatos de consequências reais, algumas de gravidade extrema. Desde o cancelamento de atividades profissionais, perda de emprego, desordens tumultos e desobediência civil, passando por pessoas que negligenciaram as mais básicas regras de segurança e perderam a vida por terem seguido o que leram no WhatsApp ou viram no YouTube.
Há ainda reports de pessoas que se suicidaram por não aguentarem boatos lançados contra elas; de pessoas que foram perseguidas, agredidas e até assassinadas.

As informação falsas e a desinformação

são ameaças reais

e são uma ameaça à segurança de todos.

Mais do que nunca , importa perceber que combate-las é uma emergência.

Esta é uma luta em que a VOST Portugal se empenha diariamente, desde a sua existência, nas mais variadas formas – uma luta que deve também ser de todos, individualmente.

Nota: Esta página está, infelizmente, em constante atualização. 

Spread the love

1 thought on “FAKENEWS”

  1. Pingback: ESTUDO MEDIA LAB DESINFORMAÇÃO – VOST Portugal

Comments are closed.